sexta-feira, 24 de outubro de 2014

A vida pode ser diferente

A vida pode ser diferente.

Existem pessoas que vivem sem medo de ser vulneráveis,  e outras que acreditam em tudo e se deixam penetrar dentro do seu ser. Saibam que todas os dois tipos são pessoas especiais, os que buscam um encontro com elas mesmo e aqueles que se doam sem culpa e sem medo.
Na verdade existe um conceito sobre os especiais. São aquelas que têm a habilidade de dividir, doar aos outros, tudo que estar em volta delas, sem preconceito e sem medo de ajudá-los mesmo que possam surgir mudanças em seus caminhos. No entanto elas só acreditam que aquele momento é único e têm orgulho de dividir momentos e experiências de vidas buscando a verdadeira explosão que da felicidade.
Elas são honestas nas atitudes, são sinceras e compassivas, sempre dão por certo que o amor é parte de tudo.
Elas vieram para entender que o amor é o que faz a diferença na vida.
Fazem coisas por impulsos, tentam abrigo em lugares ocultos, tentam ser pessoas insubstituíveis e procuram esquecer pessoas inesquecíveis.
Gritam e pulam de tanta felicidade, vivem de juras de amor eternas, que por impulso até choram ouvindo uma música, são os eternos apaixonados que por um sorriso, passam o enigma do amor.
Estes não passam pela a vida.