sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Vivendo e aprendendo

A coisas nesta vida que não sei explicar, coisas que sinto, coisas que vejo.
Confesso que tenho medo de estar feliz, porque tudo é tão frágil a qualquer momento tudo pode acabar. Posso acordar e achar tudo tão diferente.
Quando entendemos que a vida não é um mar de rosas como sempre sonhamos, tudo se torna mais explicativo. Só alcançamos os nossos objetivos, lutando por eles com todas as nossas forças e que na maior parte das vezes as coisas que queríamos ao conquistamos, perdeu o sentido que desejávamos. Porque agimos assim, é parte da natureza humana.
Eu sempre digo, a vida é como uma estrada, no final dela encontrou uma saída e certamente encontramos obstáculos, uns ultrapassáveis, outros não.
Portanto nós seres humanos, devemos definir os nossos atos, nossas atitudes e as nossas palavras devem ser definidas para que possam ter força.
O importante é ter como princípio básico a formação do enriquecimento da consciência, juntamente com uma conduta inviolável e conceitos que podem te levar a uma vida com efeitos positivos. Vivendo e aprendendo