segunda-feira, 3 de agosto de 2009

O mergulho do amor

Quero mergulhar nas águas limpas do amor e com este mergulho resgatar as sensações.
O mergulho do amor, deixa as águas silenciosas e penetramos em águas profundas. Já na terra o cheiro do mato em sitônia com as flores te faz sentir com perfume e até dar o cheiro sedento e faceiro.
Queria te dar meus beijos e sentir o teu gosto de mel. E como abelha rainha se transporta elegantemente.
A força torna-se leve ao tocar o teu corpo.
Queria teu sorrir e sentir sua beleza em toda plenitude.
Quero estar sempre por perto e não me impeça de te tocar.
Ainda poder retribuir as suas caricias e com doçura te beijar.
Eu gosto das madrugadas, e nelas eu me aqueço com teu calor.
Quero fitar em teus olhos, que são azuis da cor do céu e com eles buscar a luz que me falta.
Quero ser o seu abrigo e meu colo o seu conforto, minhas mãos a tua calma e o meu amor o seu desejo.