terça-feira, 2 de junho de 2009

A dor da perda


A vida segue vários cursos e nunca estamos preparados para as tragédias. Até porque não se define em palavras a dor da perda, as lagrimas, os gestos. E nem os pensamentos que venham expressar definem esta dor que só quem está passando tem a real situação de como suportar.

Ela é tão dolorida que se aprofunda na alma e se instala de tal forma que suas forças vão sendo consumidas. A dor da perda é algo forte que definimos como somente dor. Ela te abala de tal forma que nada te acalma, ela não te dá uma trégua. Somente suas lagrimas são seu consolo.

A dor da perda invade o teu corpo, a tua alma de tal forma que tudo que está ao teu redor perde o sentido e o brilho da vida. Os teus olhos olham e não enxergam, não existe compreensão de entendimento pois somem da tua esfera. Somente resta a dor da tua alma.

Apenas nos sentimos anestesiados e confundimos nossos sentimentos atordoados pela dor, porque estamos perdidos em nós mesmos. As lagrimas que jorram são derramadas em um rio que não sabemos para onde segue seu curso. A dor da perda cala-se no fundo da alma em um silêncio absoluto. E adormecemos na escuridão para fazer calar esta dor.

Por isso,havemos de buscar forças para suportar a dor da perda, por mais profunda, e dolorida que seja, por tudo que perdemos pelos projetos de vida que não existem mais, pelo o que passou e não suportou e apenas culpamos a vida.

Já o conforto ele vem de Deus quando acreditamos na sua superioridade e que entendemos que a vida aqui na terra é passageira.
Guarde as lembranças, o seu amor e a sua dor ela será resgatada diante da sua fé.