terça-feira, 14 de julho de 2009

A felicidade pode ser genética


Os cientistas calculam que 50% da felicidade são determinados pelo o fator genética, 10% pelas circunstâncias de vida e 40% por pensamentos e ações. Se você concorda ou não com essa linha de pensamento podem deixar seu comentário sobre o assunto.

No entanto, quando aponta as circunstâncias de vida, apenas de 10% é dado como significativo para a felicidade. Estes 10% certamente vem do bom nível de informação sobre objetivos, estratégias e resultados que estará atrelado a pessoa ou a tudo o que se refere a ela.
Entendo que desta forma as pessoas são quase programadas. Longe de querer debater se estes dados estão certos ou errados. Ao contrário, eu tenho a minha visão, por ser uma estudiosa no assunto, só quero contribuir.
Entendo ainda, que a vida não é composta apenas de cálculos, existe o sentimento que conduz a pessoa e que pode mudar todo um planejamento de estudo, dependendo dos fatores para que cada indivíduo venha sofrer.
No que se referem às questões pessoais, elas só podem ser determinada por cada pessoa.
No que se refere à felicidade depende diretamente de cada um. Na verdade não deve ser dada a ninguém a apontar como deve ser a felicidade de alguém. Porém, a ciência avança e estes estudos nos levam a ter mais dúvidas sobre o comportamento humano.
No entanto estes estudos forem determinados para empresas, para indicar os resultados sobre a o estado de felicidade que cada indivíduo se encontra em um clima organizacional.
Em primeiro lugar, é preciso lembrar que a responsabilidade pela a motivação depende da estrutura funcional da empresa. Frases como: “esta empresa não me motiva” é comum em quase todos os ambientes empresariais. No entanto, não basta estar feliz no trabalho, é preciso criar para si um campo de felicidade que se estenda como um todo em sua vida. Desta forma sim, o indivíduo ao criar para si este campo e buscar os caminhos que levam a felicidade, ele pode se tornar mais habilidoso e mais dedicado profissionalmente.
O que deve ser deixado como mensagens é mostrar que a felicidade estar dentro de cada pessoa e não deve ser determinado pala a empresa aonde ele trabalha.
Não podemos ignorar o meio social em que ele vive, assim também o seu ambiente de trabalho. Só que o mais importante é criar para si um campo de felicidade, que é individualmente de cada um.